111,5 € – o valor do cabaz médio do 1.º ao 12.º ano

A APEL divulgou, no passado dia 21 de julho, um comunicado relativo ao preço médio dos cabazes de manuais escolares do 1º ao 12º ano de escolaridade.

Os preços médios dos cabazes por ciclo de ensino, considerando as disciplinas que geralmente requerem um manual, rondam os 34,7€ no 1º ciclo, 96,4€ no 2º ciclo, 160,8€ no 3º ciclo e 174,8€ no ensino secundário.

Cabaz preços 2016-2017_21JUL16_vf-1

Os valores foram calculados com base nos preços de venda ao público (incluindo IVA) dos três manuais mais adotados por disciplina, quantificando também com rigor o número de manuais incluídos em cada cabaz.

Porque a legislação considera como obrigatórios apenas os manuais escolares (e não de todas as disciplinas), estes cálculos rigorosos não incluem os cadernos de atividade e outros materiais, dado que a sua compra é opcional. Da mesma forma, os valores dos manuais escolares das disciplinas de Ed. Musical, Ed. Física, Ed. Visual, Ed. Tecnológica e TIC (2.º e 3.º ciclo) são referenciados à parte, uma vez que apenas 20% dos alunos os adquirem, para além de a respetiva utilização contemplar todo o ciclo de ensino e não apenas um ano de escolaridade.

Numa altura em que os livros escolares já estão disponíveis nas livrarias de todo o país, importa também relembrar o preço dos manuais não sofreu qualquer alteração relativamente ao ano letivo anterior, fruto da Convenção de Preços dos Manuais Escolares estabelecida entre os Ministérios da Educação e da Economia e a APEL.

O comunicado informava ainda sobre as disciplinas que sofreram novo processo de adoção este ano letivo, sendo que os restantes manuais escolares dos diferentes anos de escolaridade mantêm-se inalterados, cumprindo os respetivos períodos de vigência.

A divulgação destes dados tem particular importância porque permite criar uma noção realista e esclarecer algumas informações sobre o custo dos manuais escolares que têm sido erradamente difundidas e que têm fomentado um discurso que, em última análise, desvaloriza a importância do livro escolar no dia a dia de alunos e professores.

Na sequência do comunicado, surgiram várias notícias nos meios de comunicação social que apresentamos de seguida:

Porto Canal (Lusa): http://portocanal.sapo.pt/noticia/97253

Público: https://apelcomissaodolivroescolar.files.wordpress.com/2016/07/pc3bablico_2.pdf

JN: https://apelcomissaodolivroescolar.files.wordpress.com/2016/07/jn_2.pdf

Expresso: http://expresso.sapo.pt/sociedade/2016-07-21-Fatura-com-manuais-escolares-chega-aos-258-no-7-ano

JN (Lusa): http://www.jn.pt/nacional/interior/manuais-escolares-do-3o-ciclo-sao-os-mais-caros-5297205.html

Diário De Notícias (Lusa): http://www.dn.pt/sociedade/interior/manuais-do-3o-ciclo-sao-os-mais-caros-custam-em-media-189-euros-5297997.html

Sapo (Lusa): http://lifestyle.sapo.pt/familia/noticias-familia/artigos/manuais-escolares-do-proximo-ano-vao-custar-entre-347-e-1891-euros

Antena 1: http://www.rtp.pt/noticias/pais/manuais-escolares-do-3-ciclo-sao-os-mais-caros-para-as-familias_a935369

Rádio Comercial (Lusa): http://radiocomercial.iol.pt/noticias/62739/ja-viu-quanto-vai-pagar-pelo-manuais-escolares

Rádio Renascença (Lusa): http://rr.sapo.pt/noticia/59544/quem_gasta_mais_dinheiro_nos_livros_escolares